• Ao Redor - Cultura e Arte

O amor insiste

Atualizado: 16 de Jun de 2020

Tem amor que é silêncio e

Amor-gritaria.

Tem amor que é prosa e

Amor-poesia.

Tem amor que inaugura o mundo,

Tem amor sem chance ou sorte,

Tem amor que dura um segundo e

Tem amor maior que a morte.

Tem amor de dois ou três,

E amor que dói mais que corte.

Tem amor que tenta outra vez,

Tem amor maior que a morte.

Paixão que arde no peito

É amor que não vê defeito.

O amor anestesia,

Paixão é sinestesia.

Tem amor-segredo

E segredo de amor.

Amor de igual,

Há quem declare anormal.

Mas o amor não tem tempo

Nem limite,

Porque o tempo é ilusório

E o amor existe.


Apesar dos tempos, o amor insiste.


Autoria de: Luiza Pessôa



Sobre a autora

Luiza Pessôa, bailarina, graduada em História, mãe da Antônia e amante fiel das artes, em todas as suas expressões. A literatura nunca foi um plano, mas sempre um amparo, acolhendo suas emoções. Atualmente, integrando a Cia Corpoiesis, explora o entrelaçamento das linguagens da dança e da literatura.

INSCREVA-SE para receber notificações de novas publicações.