• Ao Redor - Cultura e Arte

Artista mirim de sete anos encanta com sua maturidade artística

A pintura de Luna Belém deixa transparecer seu olhar de criança ao mesmo tempo que revela uma maturidade artística fora do comum para sua idade.

Nós, do Ao Redor, nos encantamos com as pinturas de Luna assim que entramos em contato com elas através do perfil da artista mirim no Instagram. Luna é baiana, nascida em Salvador e crescida em Valença, interior da Bahia, está agora com sete anos de idade e desde bem pequena já demonstrava interesse por desenhos e cores. Até aí, nada incomum para uma criança. Mas conforme Luna crescia, seu interesse pelas tintas e pincéis aumentava. Ao fazer cinco anos, quando Luna combinou com seus pais que ela mesma pintaria a decoração de sua festa de aniversário, seus pais perceberam que seu interesse e habilidade superavam o simples prazer de desenhar habitual de uma criança da mesma idade.


A partir dessa percepção, seus pais começaram a incentivar ainda mais sua paixão pelos pincéis. Passaram a comprar telas que se tornaram cada vez mais seu lugar de expressão. Renata, mãe de Luna, nos contou que a filha adora passar horas pintando, sempre ouvindo música, e produzindo telas que muitas vezes são criadas para presentear amigos e familiares.


O universo temático das pinturas de Luna nos chamou a atenção. Suas pinturas evidenciam uma alegria infantil, mas ao mesmo tempo revelam uma maturidade artística e uma sensibilidade que sustentam sua arte. Há uma atmosfera baiana que pode ser percebida em seus quadros através das cores quentes, das figuras retratadas, da constante presença das praias em suas telas. Conversamos com sua mãe sobre esse universo temático:


Ela ama retratar pessoas do seu dia a dia. Consegue captar a essência da pessoa que está sendo pintada. Também gosta de colocar a praia como pano de fundo, pois moramos durante um tempo na praia e depois nos mudamos, mas todo fim de semana vamos para praia. Além disso, adora ouvir histórias e já consegue ler alguns livros, o que vem acrescentando novidades ao seu repertório. Este ano (2020), no seu aniversário de sete aninhos, ela produziu uma série de telas para prestigiar as mulheres negras e o respeito às diferenças. O interessante desta série é notar uma evolução artística nos detalhes das obras, além de um amadurecimento precoce para temas ligados às questões sociais. Os noticiários na televisão, as informações na internet sobre questões raciais, o papel da mulher na sociedade, começam a fazer parte de suas indagações e tornam-se visíveis na sua arte.”


A pintura não é a única paixão da artista de sete anos. Renata contou ainda que a filha ama as artes de modo geral. Mesmo não havendo artistas profissionais na família, existe o envolvimento com a literatura, a música, o cinema e Luna acaba captando um pouco de tudo.


Esse ano (2020) Luna participaria da FLIP, em Paraty, como artista mirim. O que infelizmente não aconteceu em função da pandemia. As telas da pequena grande artista ainda não são comercializadas. Segundo a mãe, elas têm um valor sentimental muito grande para a família, especialmente para ela que afirma ainda ter dificuldades para se desfazer das telas.


“Como mãe, quero guardar todas, pois quando olho para cada uma delas revivo os momentos em que a vi pintando, fazendo uma linha do tempo na minha memória, desde quando ela era bem pequenina até hoje, toda independente e determinada. Ao contrário de mim, o pai acredita que a arte dela deve ganhar o mundo. Ela compartilha das ideias do pai, quer ver seus quadros expostos em galerias e salas de artes. Por isso, já pensamos na possibilidade de venda. O que desejamos realmente é que ela continue fazendo suas pinturas, criando suas composições de forma livre e sem cobranças. Queremos que ela viva e curta a infância da melhor maneira possível, porque essa é a fase mais gostosa da vida.”


É também o que nós, do Ao Redor, desejamos a Luna: uma bela infância, alegre e culturalmente rica, que continue inspirando sua produção artística que adoraremos ver ganhar o mundo se, assim, for o seu desejo.



Luna Belém

A artista mirim Luna Belém pousa ao lado do cavalete com uma de suas telas. A tela retrata uma praia com céu alaranjado. Luna está de vestido estampado e sorrindo para a câmera.
Luna Belém ao lado de uma de suas telas.

sobre Luna


Nome artístico: Luna
Idade: 7 anos
Naturalidade: Salvador-Ba
Interesses pessoais: Pintura, literatura e música.
Siga o Perfil de Luna

INSCREVA-SE no Ao Redor para acompanhar nossas publicações semanais!