• Angelo Tribuzy

HÁ UMa idade LIMITE PARA o artista?

Há um tempo limite para o artista que, quando ultrapassado, as portas se fecham para ele e não consegue mais atuar? A arte é para os jovens?

Quem gosta de blues já ouviu falar em Seasick Steve, cantor e compositor americano, de 69 anos de idade, que há poucos meses lançou seu novo álbum "Love & Peace". Steve, que aprendeu violão aos 8 anos de idade, teve uma infância difícil que culminou em sua fuga de casa aos 13 anos, tendo que sobreviver com empregos temporários como empregado de fazendas, cowboy e como músico tocando nas ruas. Mais tarde, excursionou com músicos de blues, trabalhou como engenheiro de gravação e como produtor. Sua carreira como músico solo só despontou aos seus 65 anos de idade, e daí para frente deslanchou no sucesso em que vive até hoje.

Imagem: Andrew Braithwaite from Melbourne, Australia (http://tiny.cc/0fxlqz)

Como Steve, há vários músicos que tiveram seu reconhecimento muito tempo depois do esperado. Esperado? Há uma idade limite para se fazer arte? Pode-se entender que para um atleta olímpico, para um jogador de futebol, ou para aquele que necessita, por alguma razão, de resistência física para trabalhar, um tempo hábil para atingir o máximo de seu desempenho é esperado. Mas há um tempo limite para o artista que, quando ultrapassado, as portas se fecham para ele e não consegue mais atuar? A arte é para os jovens?


Patrícia Scagliusi, 37 anos, vocalista de uma banda de Symphonic Metal chamada "Arcana Elysium", cantora lírica graduada, comenta: "depois dos 35 anos de idade, torna-se difícil engrenar na carreira de canto lírico, principalmente na ópera, pois a maioria dos concursos de canto, onde se pode mostrar e conseguir o ingresso para teatros de ópera, tem como idade limite 35 anos de idade". Além da ópera, Patricia sempre se imaginou vocalista de uma banda de Metal e, como o "tempo limite para cantar" chegou, ela investiu nesse sonho. Sua banda aconteceu, lançou há poucos meses seu primeiro single e trabalha no álbum que deverá estar nas lojas virtuais ainda este ano.


Oak, 57, músico de MPB, lançou o seu primeiro álbum chamado "Por Inteiro" há poucos meses. Ele comenta: "O trabalho e o amor por ele sempre foram uma busca incessante em minha vida. Creio que não vá ser diferente agora. Fazer sucesso? Conseguir compor, já não é sucesso?"


Arnaldo Torricelli, 69, que sempre se sentiu impulsionado pela música desde a infância, precisou afrouxar seus laços com a música, no sentido profissional, pois a remuneração pelos shows e eventos musicais não compensava a dupla jornada de trabalho. Mesmo assim, a música o acompanhou por todo esse tempo, compondo, tocando em reuniões em sua casa e animando festas. Arnaldo lançou há 2 anos seu álbum "Luzes de Copacabana".


Eu, o bloqueiro que vos escreve, 52, está escolhendo as músicas para o seu primeiro álbum de canções eruditas. O que todos nós temos em comum? Uma alma jovem. Uma alma jovem, de sonhador, de artista. Essa alma não envelhece, não a deixamos envelhecer. E não haverá tempo limite para a criatividade e nem para nossa expressão artística.


Você, músico, mantenha sua alma jovem e livre para sonhar. Para se fazer música não há tempo limite. Há dedicação, estudo, estudo e mais estudo para que o artista possa externar toda a energia que sua alma tem guardada, pronta para explodir.


Confira esses trabalhos que acabaram de sair do forno:


Foto de rosto da cantora lírica Patrícia Scagliusi olhando para a frente em fundo esverdeado.
Patrícia Scagliusi, 37 anos, vocalista da Arcana Elysium.

Instagram: @arcanaelysium

Ouça Arcana Elysium

Instagram da Patricia Scagliusi: @patricia.scagliusi


Foto do músico de MPB Oak, Foto  de rosto do artista que aparece ao ar livre encostado em um tronco de árvore.
Oak, 57 anos, músico de MPB.

Oak

Website: oakoficial.com.br

Instagram: @conexoak

Ouça Oak no Spotify


Arnaldo Torricelli, 69 anos, músico de MPB.

Arnaldo Torricelli

Instagram: @torricelliarnaldo

Youtube

Ouça Arnaldo no Spotify