• Ao Redor - Cultura e Arte

Natal, de Fernando Pessoa


Na publicação de hoje, uma poesia de Fernando Pessoa intitulada "Natal", publicada pela primeira vez em 1928.

Natal… Na província neva.

Nos lares aconchegados,

Um sentimento conserva

Os sentimentos passados.


Coração oposto ao mundo,

Como a família é verdade!

Meu pensamento é profundo,

Estou só e sonho saudade.


E como é branca de graça

A paisagem que não sei,

Vista de trás da vidraça

Do lar que nunca terei!


Fernando Pessoa


Leia outras poesias sobre o Natal já publicadas aqui no blog.


1 comentário