• Luiza Pessôa

Ballet Nacional de Cuba

Atualizado: Fev 25

O método cubano tem uma grande influência do método russo ao mesmo tempo que direciona seu olhar para os elementos da cultura cubana e as particularidades dos corpos latinos.

O Ballet Nacional de Cuba surgiu a partir da Cia de Ballet Alicia Alonso que era conduzida por Alicia Alonso e seu marido, Fernando Alonso. Parte da formação de ballet da Alicia ocorreu em Cuba, através do contato com o método russo, e parte nos Estados Unidos.


Alicia foi uma bailarina excepcional, reconhecida internacionalmente. Dançou algumas vezes na Rússia, produziu o ballet Gisele para a Ópera de Paris e recebeu o título de primeira bailarina absoluta.


A Cia de Alicia foi criada em 1948, já em 1950 ela e Fernando fundaram a Academia Nacional de Ballet Alicia Alonso. Nessa escola, com o objetivo de formar bailarinos, é que se desenvolveu o Método Cubano.


Mas, em 1956, a Cia sofreu pressões do governo batista e Alicia acabou interrompendo as suas atividades. Isso porque Alicia não cedeu ao governo ditatorial de Fulgencio Batista que pretendia usar o ballet cubano como ferramenta de propaganda política. O que, aliás, não é uma novidade na história do ballet, principalmente por causa das academias reais ligadas ao estado, comuns em diversos países da Europa desde os primórdios do ballet. Mas, em Cuba, Alicia resistiu e se manifestou contra as imposições ditatoriais recusando-se a dançar em Cuba enquanto o governo do militar Fulgencio batista estivesse no poder.


Mesmo com as atividades interrompidas em seu país, Alicia não parou. Foi chamada algumas vezes para dançar nos principais teatros da União Soviética e levou alguns de seus bailarinos para continuarem sua formação nos Estados Unidos.


Com a revolução cubana em 1959, a Cia de Alicia retomou suas atividades e em 1661, adotou o nome de Ballet Nacional de Cuba que permanece até hoje.


O método cubano tem uma grande influência do método russo. Podemos identificar os fatores determinantes disso na relação entre as duas nações e na própria formação de Alicia Alonso. Portanto, algumas características do ballet russo como o intenso treinamento muscular, a valorização da força e do virtuosismo, são características presentes também na Escola Cubana. No entanto, o método também direciona seu olhar para os elementos da cultura cubana e as particularidades dos corpos latinos.