• Ao Redor - Cultura e Arte

Espetáculo de teatro Visual da cia Talagadá tem programação itinerante e Virtual

Está em cartaz, virtualmente, a Cia. de Teatro Talagadá, de Itapira (SP), com o espetáculo premiado "Translúcido". As apresentações acontecem até o início de setembro gratuitamente em formato on-line.


Durante todo o mês de agosto e início de setembro, o público poderá prestigiar a exibição da obra autoral do grupo intitulada “Translúcido”. A Companhia que foi formada em Itapira (SP), há aproximadamente 15 anos, carrega em sua bagagem diversos prêmios, indicações e apresentações em festivais por todo o país e no exterior.


Além da exibição do espetáculo, a programação inclui outras atividades como oficinas e bate-papo com os artistas. O projeto foi contemplado pelo edital do ProAC e irá percorrer seis cidades de diferentes polos regionais do Estado de São Paulo, além da capital.


A iniciativa acontece por meio de parcerias com coletivos e companhias locais, com o intuito de fomentar o cenário artístico e cultural neste momento em que muitas atividades presenciais ainda estão paralisadas.

O espetáculo explora a linguagem do Teatro Visual, unindo a ação performática à utilização de materiais diversos, máscaras, bonecos ou outros objetos que juntos constroem, na interface direta com as artes visuais, uma experiência estética que busca trazer à tona sensações e abstrações individuais aos espectadores, inserindo-os em um amplo contraste imagético de cores, luz, sombra, planos e movimentos.


As transmissões serão realizadas pelo canal da Cia. Talagadá no YouTube e, ao fim de cada exibição, haverá um debate sobre a encenação. As oficinas que integram o projeto serão realizadas em parceria com companhias e coletivos de cada cidade.


Para obter mais informações sobre a programação, consulte as redes sociais da Cia Talagadá.

A Cia Talagadá, formada em 2011, é hoje uma Cia de repertório com espetáculos autorais. Com sede na cidade de Itapira, interior de São Paulo, a Cia também possui um "Projeto Garagem" de formação de novos artistas.
1 comentário